Adélia Borges, brasileira, é crítica, historiadora de design e curadora de exposições. Fez a organização e/ ou curadoria de mais de 40 exposições no Brasil e no exterior, como pode ser visto no seu site.

 

 

Na Linguará, ela foi convidada a escrever sobre o Agostinho da Silva, (1906 – 1994), filósofo, poeta e ensaísta português. No seu texto ela sugere de assistirmos ao documentário ‘Agostinho da Silva, Um Pensamento Vivo’, que conta com depoimentos do próprio e de várias personalidades de Portugal e do Brasil. O vídeo está disponível (aqui) e assiti-lo realmente ajuda a desvendar um pouco deste homem multifacetado.